cadeiras_vintage_renovadas_white_home_love
Antes e Depois Projectos cá de casa

Projectos cá de casa* – Cadeiras de cozinha vintage renovadas

cadeiras_vintage_renovadas_white_home_love

A história de como estas cadeiras de cozinha vintage vieram parar cá a casa começou totalmente por acaso. psra dizer a verdade, nem me recordo muito bem do início de tudo mas sei que foi algures entre as primeiras arrumações que os meus sogros fizeram ao sotão e a minha enorme vontade (só faltava mesmo a parte financeira) de mudar a mesa e cadeiras da cozinha.

A razão de querer fazer estas alterações na cozinha eram duas. A primeira era porque as cadeiras estavam muito estragadas de tanto que o Tiago as usou como escorrega. A segunda era porque esteticamente não era mobiliário que se adequasse ao estilo da minha cozinha (o design era moderno demais para a cozinha clássica que tinha).

Assim, já há algum tempo que andava à procura de algo que gostasse, sem grande sucesso. Cheguei a equacionar vários opções, entre as quais abdicar de duas cadeiras e colocar antes um banco. A procura esatava complicada, já que o orçamento limitado me fazia desistir das poucas cadeiras e bancos que gostava. Basta só colocar vintage na pesquisa e aparecem preços astronómicos para algo que antes ninguém ligava.

Em relação à mesa, não me preocupava muito porque queria algo simples, em madeira, e sabia que existiam inúmeras por onde escolher, a um preço muito simpático. No entanto, ao mesmo tempo que todas estas indecisões e procuras ocorriam, também ia destralhando o sotão. Acabei a descobrir uma mesa de madeira antiga, que estava na sala de estudo que tinha, antes de vir trabalhar para casa. Por isso é que gosto tanto de destralhar. Vai-se o que não interessa e descobrem-se outros objectos, aos quais podemos dar novo uso poupando na carteira e no ambiente.

Assim fiz. Lixei, dei primário e dei três camadas de tinta na mesa (explico todas as dicas aqui) e o assunto da mesa estava arrumado. Faltavam as cadeiras. Coincidência ou não, a minha sogra descobre três cadeiras vintage, durante as arrumações no sotão. Uma delas colocou na sua cozinha, depois de pintada de branco (podem ver aqui como ficou), outra ficou na minha entrada como banco (as costas estavam partidas e foram cortadas) e a terceira ficou para a mesa da cozinha. Neste momento, a cozinha ficou uma mixórdia pegada.

Com uma cadeira vintage, três cadeiras mais modernas (mas estragadas) e uma mesa de madeira fizeram-me inclinar cada vez mais para a ideia inicial de colocar o tal banco no outro lado. Bastava encontrar um par para a cadeira que tinha e ficava com o problema resolvido. Mesmo que gastasse um pouco mais, de certo já não seria um valor tão avultado se tivesse que comprar o mobiliário todo.

cadeiras_vintage_recuperadas

Mas a coisa ainda melhorou mais. Uma prima do meu sogro tinha umas cadeiras que não queria, que eram precisamente iguais às da minha sogra. Juro que até dei pulinhos de contente. Nem queria acreditar que ia ter quatro cadeiras do estilo que mais gostava, a custo zero. A única renovação que lhe fiz foi pintá-las. Neste caso concreto, até foi o meu pai que as pintou com pistola, para dar um acabamento mais suave.

Depois de muita indecisão na cor que havia de escolher, optei por este azul claro ou, se quiserem, azul bebé. Tive em conta todas as sugestões que me deram mas optei por esta cor por ser a que existe em menos quantidade no quadro que decora a mesa. Assim, criei uma espécie de elo de ligação entre tudo, sem se tornar excessivo.

O marido, que nem sequer sabia que cor eu tinha escolhido, gostou imenso do resultado final.

E vocês, como acham que ficou?

cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas

cadeiras_vintage_recuperadas

Subscreva a nossa newsletter e tenha acesso a este guia gratuito.

8 Comentários

  1. Olá! Parabéns pelo blogue!
    Já seguia o teu outro blogue e agora seguirei este também pois adoro decoração 🙂
    As cadeiras ficaram um espanto! Tão mas tão giras!
    Lembram-me um episódio em que uma vizinha já muito idosa faleceu e os filhos decidiram contratar uma empresa para limpar e esvaziar o apartamento, no contentor ( da empresa) estavam várias cadeiras iguais a essas e uns banquinhos amorosos, não tive coragem de pedir,na altura não achei apropriado, mas tive tanta pena das cadeiras irem para o lixo … enfim…
    Beijinhos

    1. Ainda estiveram uns tempos no estado original, com a mesa branca. Só para eu ver se não me iria arrepender de as pintar. O problema é que a madeira era muito escura e acabava por não criar ligação com nada na cozinha (não tenho nada em madeira no estado bruto, muito menos neste tom. Ao pintar, criei essa ligação que fazia falta. Gostámos todos do resultado.
      Bjs

  2. Oi! Achei muito giro, sendo cadeiras aproveitadas ainda melhor. Não sei se ser´da luz da foto, mas a mim parece-me que se fossem só um bocadinho mais escuras (um dos tons do mesmo quadro) ficaria melhor, mas claro, é a minha opinião.

    Bom trabalho, parabéns,
    Paula

    1. A foto tem muita luz. Elas são um pouco mais escuras, precisamente do mesmo tom de uma cores do quadro.
      e a cor andou em teste por duas vezes. Escurecemos duas vezes. Se fosse mais escuro, penso que depois acabava por se tornar exagerado.
      A foto não mostra bem a cor original.
      Obrigada pelo carinho.
      Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *